terça-feira, 6 de agosto de 2019

10 ANOS DO CARIRI CANGAÇO

 10 ANOS DO CARIRI CANGAÇO

 A noite da última quarta-feira, 24 de julho de 2019, marcou a celebração em grande estilo dos dez anos do Cariri Cangaço. Em noite solene, o Salão de Atos da URCA - Universidade Regional do Cariri, na cidade de Crato, recebeu um qualificado público; representado por diversas autoridades, instituições culturais e educacionais, pesquisadores, escritores, estudantes e admiradores das temáticas nordestinas, vindos de todo o Brasil.

Logo após a execução do hino nacional brasileiro houve a entrada solene e festiva do Estandarte comemorativo aos dez anos do Cariri Cangaço, uma confecção da artesã paraibana Célia Maria e um presente do GPEC - Grupo Paraibano de Estudos do Cangaço. O estandarte celebra os dez anos do Cariri Cangaço como tema principal e apresenta ainda os brasões dos grupos de estudos ligados ao evento: SBEC, GECC, GPEC e GFEC. O estandarte comemorativo entrou no Salão de Atos da URCA sob o som do frevo pernambucano e tendo como testemunha, além dos presentes, de todas as bandeiras de estados nordestinos, dispostas nas laterais do auditório da Universidade.

O primeiro momento da noite marcou a apresentação do Cariri Cangaço que foi realizada pelo Presidente do IGHPA - Instituto Geográfico e Histórico de Paulo Afonso, Conselheiro Cariri Cangaço, pesquisador e escritor João de Sousa Lima, que em suas palavras lembrou o inicio do exitoso empreendimento: "Lembro bem quando Manoel Severo esteve ao nosso lado no Seminário de Nascimento de Maria Bonita em Paulo Afonso, isso em 2008, e lá começamos a construir este grande evento que passou a ser o Cariri Cangaço", além disso João de Sousa Lima ressaltou a história e os números expressivos do Cariri Cangaço ao longo de seus dez anos.

Em seguida o Conselheiro João de Sousa Lima, representando o IGHPA - Instituto Geográfico e Histórico de Paulo Afonso prestou homenagens a várias personalidades que receberam "Menção Honrosa" pelo IGHPA. Foram agraciados o Curador do Cariri Cangaço, Manoel Severo, a filha dos ex-cangaceiros Moreno e Durvinha, também Conselheira do Cariri Cangaço, Neli Conceição, o pesquisador potiguar Ivanildo Silveira, o presidente do GPEC, Narciso Dias e o presidente do GECC, Ângelo Osmiro; todos igualmente, Conselheiros do Cariri Cangaço.




quarta-feira, 31 de julho de 2019

10 ANOS DO CARIRI CANGAÇO - João de Sousa Lima, Presidente do IGH - Instituto Geográfico e Histórico de Paulo Afonso participa dos 10 anos do cariri cangaço


   10 ANOS DO CARIRI CANGAÇO


A noite da última quarta-feira, 24 de julho de 2019, marcou a celebração em grande estilo dos dez anos do Cariri Cangaço. Em noite solene, o Salão de Atos da URCA - Universidade Regional do Cariri, na cidade de Crato, recebeu um qualificado público; representado por diversas autoridades, instituições culturais e educacionais, pesquisadores, escritores, estudantes e admiradores das temáticas nordestinas, vindos de todo o Brasil.

Logo após a execução do hino nacional brasileiro houve a entrada solene e festiva do Estandarte comemorativo aos dez anos do Cariri Cangaço, uma confecção da artesã paraibana Célia Maria e um presente do GPEC - Grupo Paraibano de Estudos do Cangaço. O estandarte celebra os dez anos do Cariri Cangaço como tema principal e apresenta ainda os brasões dos grupos de estudos ligados ao evento: SBEC, GECC, GPEC e GFEC. O estandarte comemorativo entrou no Salão de Atos da URCA sob o som do frevo pernambucano e tendo como testemunha, além dos presentes, de todas as bandeiras de estados nordestinos, dispostas nas laterais do auditório da Universidade.

O primeiro momento da noite marcou a apresentação do Cariri Cangaço que foi realizada pelo Presidente do IGHPA - Instituto Geográfico e Histórico de Paulo Afonso, Conselheiro Cariri Cangaço, pesquisador e escritor João de Sousa Lima, que em suas palavras lembrou o inicio do exitoso empreendimento: "Lembro bem quando Manoel Severo esteve ao nosso lado no Seminário de Nascimento de Maria Bonita em Paulo Afonso, isso em 2008, e lá começamos a construir este grande evento que passou a ser o Cariri Cangaço", além disso João de Sousa Lima ressaltou a história e os números expressivos do Cariri Cangaço ao longo de seus dez anos.

Em seguida o Conselheiro João de Sousa Lima, representando o IGHPA - Instituto Geográfico e Histórico de Paulo Afonso prestou homenagens a várias personalidades que receberam "Menção Honrosa" pelo IGHPA. Foram agraciados o Curador do Cariri Cangaço, Manoel Severo, a filha dos ex-cangaceiros Moreno e Durvinha, também Conselheira do Cariri Cangaço, Neli Conceição, o pesquisador potiguar Ivanildo Silveira, o presidente do GPEC, Narciso Dias e o presidente do GECC, Ângelo Osmiro; todos igualmente, Conselheiros do Cariri Cangaço.









João de Sousa Lima, Presidente do Instituto Geográfico e Histórico de Paulo Afonso participa do 10 Cariri Cangaço em Juazeiro do Norte, Ceará

 João de Sousa Lima, Presidente do Instituto Geográfico e Histórico de Paulo Afonso participa do 10 Cariri Cangaço em Juazeiro do Norte, Ceará
Francisco José, Elane Marques, João de Sousa Lima e Manuel Severo






terça-feira, 30 de julho de 2019

MISSA DO CANGAÇO - Nos 81 anos da morte de Lampião e seu bando.


   Agora em 2019, mais precisamente no dia 28 de julho de 2019, completou 81 anos da morte de Lampião, Maria Bonita e parte do grupo, na Grota do Angico, em Poço Redondo, Sergipe.
Por mais de 20 anos fiz esse percurso e assisti a Missa no local. Dessa vez levei minha filha mais nova, a Letícia de Sousa Lima, que adorou a aventura. Descemos o rio na embarcação do experiente barqueiro "NITO".
Atracamos no restaurante Angico, que é a verdadeira rota por onde as volantes desceram. Assistimos um pouco da missa do Padre Agostinho. Depois seguimos até a Grota do Angico onde participamos da Missa.
e depois saboreamos um peixe no restaurante Angico, com os amigos Cacau, Lon, Jairo, Washington, Wescley e alunos do município.